Saúde bucal: o grande vilão é silencioso.


No próximo dia 03 de outubro é o Dia Mundial do Dentista e queremos aproveitar esta data especial para falar de alguns aspectos fundamentais sobre a saúde bucal que vai muito além do que conhecemos como senso comum.

O mais preocupante é este: segundo o Instituto Nacional do Câncer, INCA, a estimativa até o término deste ano é de 15 mil novos casos de câncer bucal no país, com mais de 50% diagnosticados em estado avançado. Isso acontece porque o câncer de boca geralmente não apresenta sintomas no seu estágio inicial.

Quando é descoberto no começo a chance de cura é altíssima, quando não, diminui. Numa operação matemática simples e intuitiva de entender.

Os sintomas são, basicamente: alterações na mucosa da boca, manchas brancas ou vermelhas e úlceras que aumentam de volume e não desaparecem em até duas semanas.

Todo mundo está mais do que cansado de saber que não há melhor tratamento dentário do que a prevenção:escovar os dentes e passar fio dental depois das refeições, mas, principalmente, cuidar dos hábitos alimentares.

Uma marca Suíça chamada elmex realizou um evento em agosto aqui no Brasil porque no mês de outubro ela chega no país com produtos totalmente inovadores - especialmente dedicados para a prevenção do envelhecimento precoce dos dentes.

Trata-se, basicamente, da perda do esmalte natural responsável pela conservação da boca.

Esse desgaste precoce, ou envelhecimento, nada mais é que a perda de esmalte, e é algo que acontece com cada vez mais frequência na população, independentemente da idade. “Você pode estar na faixa dos 30 anos, mas ter dentes de alguém de 70”, explicou o professor e especialista em odontologia estética, Paulo Vinícius Soares. (Fonte).

Além disso, a saúde bucal é cada vez indicada como uma necessidade de saúde pública, especialmente entre crianças, que precisam da atenção especial dos pais para os cuidados mais básicos e fundamentais na segunda infância e que serão determinantes para o futuro.

Tratamento de canal, cáries, mau hálito, escurecimento precoce dos dentes, gengivite, câncer de língua, a lista é imensa. Há uma série de problemas relacionados à má conservação da boca que podem ser amenizados com bons hábitos.

Consenso também: álcool, tabaco e alimentos industrializados são indicativos de uma saúde bucal que precisa de maior atenção. Além disso, consultar-se regularmente com um dentista é outro ponto que conta muito - está todo mundo cansado de saber, mas quantas pessoas você conhece, por exemplo, que mantém essa rotina?

É como sempre dizemos aqui: uma boa parte dos problemas de saúde física, mental e também bucal, podem ser evitadas com conservação, constância e prevenção.

Infelizmente o nosso país ainda tem a cultura da emergência: a grande maioria das pessoas só procura acompanhamento médico ou dentário quando “a coisa já tá feia”.

E aí, nós sabemos bem, é tudo mais difícil.

Aproveite o lembrete que estamos lhe dando e agende a sua consulta ainda este mês com um dentista: uma boa limpeza e análise da sua saúde bucal certamente vai lhe evitar muitos e dolorosos problemas no futuro.

Prevenção é cura!

Fonte:

https://saude.abril.com.br/bem-estar/saude-bucal-novos-produtos-para-combater-o-envelhecimento-dentario/

https://saude.abril.com.br/blog/cuide-da-sua-boca/cancer-e-hpv-o-que-essas-doencas-tem-a-ver-com-a-saude-oral/

#saúdebucal #saúdepreventiva #dentista

Posts Em Destaque
Posts Recentes