Especial para as mulheres: tudo o que você precisa saber sobre Síndrome do Ovário Policístico


A projeção é alta - entre de 5% a 10% das mulheres em idade fértil desenvolvem a síndrome que é conhecida por sua abreviação SOP. Mas, antes de mais nada, vamos começar pelo conhecimento básico: do que se trata, na prática, esta síndrome?


Muita gente confunde Ovário micropolicístico com a SOP porque 20% das mulheres, no geral, possuem cistos no ovário. Porém a síndrome é caracterizada quando há aumento de hormônios masculinos no corpo da mulher fora do período regular da menstruação.


Ela acontece quando a glândula responsável pela produção hormonal (hipófise) não está em seu funcionamento ideal. Quando há uma alteração significativa na produção dos hormônios que resulta no aumento de andrógenos (o que chamamos acima de hormônios masculinos).


A principal consequência dessa anormalidade é que os óvulos produzidos todos os meses por mulheres que ovulam normalmente (vale lembrar que o anticoncepcional impede o processo de ovulação) não são desenvolvidos de maneira saudável. Quando a célula reprodutiva feminina não se desenvolve como deveria, [torna-se] um folículo enrijecido, que fica preso na região. É o famoso cisto no ovário.


Muitos são os indícios que podem ser atribuídos como causa para o desenvolvimento da SOP, mas, segundo o Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde publicado como portaria em novembro de 2013, há um fator genético que não pode ser ignorado:


Ocorre um padrão familiar em alguns casos, sugerindo um componente genético da doença.


Em uma série de 29 pacientes, 55% dos irmãos das pacientes apresentaram critérios para SOP ou padrão precoce masculino de calvície, em comparação com apenas 13% dos irmãos das integrantes do grupo controle.


Os resultados desta análise suportam a hipótese de uma herança autossômica dominante. Além de irregularidades menstruais e hiperandrogenismo, mulheres com SOP podem também apresentar anormalidades hipotálamo-hipofisárias, aparência policística dos ovários à ultrassonografia pélvica, obesidade e resistência insulínica. (Fonte 2).


E os critérios determinados para indicar o diagnóstico da Síndrome foram determinados em 1990 em conferência do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (National Institute of Health - NIH).


São estes aqui:


  • irregularidade menstrual devido a oligo ou anovulação e


  • evidência de hiperandrogenismo quer clinicamente (hirsutismo, acne, alopecia androgênica) quer laboratorialmente (níveis elevados de androgênios séricos). Em 2003, os critérios diagnósticos foram redefinidos no Consenso de Rotterdam(20), devendo incluir pelo menos 2 dos 3 critérios seguintes, após exclusão de outras causas conhecidas de hiperandrogenismo:


  • disfunção ovulatória;


  • evidência de hiperandrogenismo clínico (sinais e sintomas) ou laboratorial (concentrações aumentadas de androgênios séricos); ou


  • aparência policística dos ovários à ultrassonografia pélvica (volume ovariano acima de 10 cm ou presença de 12 ou mais folículos com 0,2 a 0,9 cm).



Além do fator hereditário, considera-se também resistência à insulina e obesidade como possíveis indicadores que causam a Síndrome.


Mas, e o tratamento? Pois bem. Este pode ser feito com base em algumas alternativas, mas o que tem chamado a atenção de especialistas é a possibilidade de alimentação saudável aliada a exercícios físicos regulares como um caminho seguro para contornar os sintomas - já que a síndrome em si não tem cura.


O que eu quero destacar é que a SOP é muito mais comum do que imagina, e também que há caminhos diferentes da utilização sistemática de fármacos.


A dificuldade para engravidar, o ganho de peso, as acnes e a queda de cabelo são as principais preocupações das mulheres que sofrem com este problema. É aí que está: não precisa sofrer. Você pode levar uma vida tranquila e sem maiores preocupações, além de inibir os sintomas que mais trazem prejuízos à saúde.


Vamos tratar este problema? Entre em contato e agende uma consulta comigo. Vou ajudar você.


Até breve!


Fonte:


http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2014/abril/03/pcdt-sindr-ovarios-polic-hirsutismo-acne-livro-2013.pdf


https://saude.abril.com.br/medicina/sindrome-do-ovario-policistico-sintomas-tratamento-e-prevencao/

#fertilidade #sop #SíndromedoOvárioPolicístico #saúdedamulher #mulher

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
No tags yet.
Siga
  • Facebook Basic Square

Copyright © 2006-2013 Alpha Saúde. Todos os direitos reservados. As informações deste site são de cunho informativo e não substitui o atendimento médico. As decisões sobre o tratamento devem ser orientadas por profissionais especializados.