Depois de ler estas dicas você não vai mais pode dizer que tem preguiça de cozinhar.


Estamos, em nosso país, um pouco mal acostumados com a ideia de sucesso. Pode parecer estranho dizer isto assim, tão sorrateiramente, mas com um breve exercício de reflexão, você há de concordar: quando, por exemplo, achamos por algum motivo que “não sabemos” ou “não gostamos” de cozinhar, parece que, como que automaticamente, criamos um bloqueio. A partir dele, nem tentamos, não nos desafiamos e nem procuramos muito saber - “eu não sei e ponto”.

Acontece que nos dias de hoje, com acesso ilimitado à internet e à comunicação com outras pessoas, pensar assim só nos afasta de adquirir novas habilidades e alimenta a falsa ideia de que quem consegue, é porque tem mais condições, ou mais tempo, ou mais habilidades, quando, na verdade, um pouquinho de esforço e estudo podem fazer milagres!

É com essa ideia que o texto de hoje do nosso blog se apresenta. Você vai ver como é possível aprender a fazer receitas práticas, simples e deliciosas sem gastar demais e sem precisar dominar as mais altas técnicas gastronômicas.

Antes de falar das dicas propriamente ditas, reforçamos uma importante condição que, de uma maneira ou de outra, sempre tratamos aqui no blog: estamos falando de comida de verdade. Comida de panela, com tempero, com sabor, feita da maneira mais natural, saudável e caseira possível - longe de tudo aquilo que passa pela indústria, pelos conservantes, pelas substâncias que, progressivamente, fazem mal à saúde.

Vamos lá:

Dica 1 - Planejamento: abrir a geladeira trinta minutos antes do jantar para “ver o que tem para fazer” é receita quase certa para o desânimo. Você vai olhar e muito dificilmente vai conseguir pensar em algo saboroso, prático e fácil, ainda que tenha os ingredientes disponíveis. Sem repertório, nada se cria. Ou, então, você pode até ter mais ou menos uma boa ideia na cabeça, mas, daí, falta um ou dois ingredientes fundamentais e a sua ideia mais brilhante pode se tornar uma grande frustração. Episódios assim, comuns, vão alimentando a falsa ideia de que você não sabe cozinhar. Na verdade, não é isso. Talvez você só não esteja sabendo se organizar.

Dica 2 - Cardápio semanal: é possível fazer um cardápio bem bacana, balanceado, com o que gosta e sem gastar muito; você pode pesquisar na internet, comparar receitas, pedir dicas para alguém da família com mais experiência na cozinha, comprar livros de boa referência e, a partir daí, pensar no que vai comer cada dia da semana e, até mesmo, levar na marmita para o dia seguinte. Pronto. Sem imprevistos, sem falta de ideias, sem desânimo.

Dica 3 - Lista de compras: sair de casa sem saber o que vai comprar é um grande facilitador para esquecer de algo, gastar mais do que precisava e comprar coisas que não vai usar. Com o cardápio elaborado, você sabe exatamente o que vai na sua receita e não precisa quebrar a cabeça diante das várias opções que verá no mercado. Além de tudo, você economiza tempo.

Dica 4 - Plano de ação: para quem ainda não tem muita prática na cozinha, uma passo a passo pode ser decisivo no começo. Separar os utensílios básicos, saber quais tipos de faca usar para a carne que vai preparar, aprender o essencial para o uso de ervas e temperos e ter ao menos uma noção mínima de quanto de cada ingrediente vai usar para evitar desperdícios. Com um pouco de paciência e sem intenção de fazer um mega prato arrasador, é possível aprender receitas que vão desde pê-efes até pratos que rendem mais para receber a família. Ou seja, pensar antes de agir. Olhar para a sua cozinha, ver o tempo que você precisa, organizar as etapas em ordem cronológica e cumpri-las com consciência do que se está fazendo - aprendendo uma técnica por vez. Esse processo será fundamental para que você não se sinta perdido e tenha domínio sobre a cozinha, com segurança.

Dica 5 - Não tenha medo: ele paralisa. Faz com que você crie preocupações falsas que só existem na sua cabeça e deixe de colocar em prática pequenas e diárias ações que, ao final do processo, lhe renderão uma nova habilidade - saber cozinhar. “E se não ficar bom”, “ Mas se ninguém gostar”, “E se eu não acertar o ponto”. Você não vai saber se não tentar. Moramos no país que possui uma das maiores variedades de alimentos naturais no mundo. Temos carne fresca, a maior variedade de legumes e verduras, frutas tropicais de sabor incomparável, cereais, uma das maiores produções de café do planeta e uma gama de ervas e temperos que caberiam em volumes e mais volumes de livros.

Por que e para que continuar com uma alimentação regada a alimentos industrializados e fast food? Qual sentido de usar a desculpa de “não sei cozinhar” e deixar escapar pelas mãos a oportunidade de cozinhar para quem amamos, receber amigos e familiares e provar de uma comida ímpar, saborosa, feita por nós mesmos? Esta é uma oportunidade de ouro que está agora, mais do que nunca, em suas mãos.

Conte conosco e vida saudável!

Fonte:

https://www.panelinha.com.br/blog/ritalobo

#cozinhar #comidadeverdade #alimentaçãosaudável

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
No tags yet.
Siga
  • Facebook Basic Square

Copyright © 2006-2013 Alpha Saúde. Todos os direitos reservados. As informações deste site são de cunho informativo e não substitui o atendimento médico. As decisões sobre o tratamento devem ser orientadas por profissionais especializados.