É mais fácil do que parece ser: como pode ser simples incorporar exercícios físicos para diabéticos.


Eu tenho uma grande paixão pela medicina e pelo bem que ela pode fazer às pessoas não apenas no diagnóstico e prognóstico de doenças, mas, especialmente, no auxílio para manter uma vida saudável.

Como endocrinologista, tenho muitos pacientes diabéticos que ainda possuem certa dificuldade em lidar no cotidiano com essa condição e por isso hoje eu resolvi tratar de um tema que vem de encontro à esta dificuldade: auxiliar diabéticos ou pessoas que lidam com elas a incorporarem exercícios físicos na sua rotina.

Você deve acompanhar o blog da nossa clínica e muito provavelmente já deve ter visto por lá algum texto relacionado à importância da prevenção de doenças e de uma rotina estabelecida na vida de qualquer pessoa. É porque a nossa equipe preza muito pelo bem estar geral de nossos pacientes e não apenas quando apresentam algum problema específico ou precisam de um tratamento.

Bem, tendo isso em vista eu gostaria hoje de reforçar: rotina é vida. É justamente ao contrário do que muito se diz popularmente sobre ser “cansativa e desgastante”.

Não, não é: é uma condição que nos estimula a saber por onde vamos caminhar, conhecer os nossos passos e reconhecer quando alcançamos algo.

É muito melhor e mais saudável fazer uma coisa simples e pequena por dia, do que sonhar muito alto e não fazer nada. E é justamente a rotina diária que nos permite isso. Afinal de contas, ninguém é o que sonha ou o que almeja, mas o que faz. São as nossas ações que constroem a nossa biografia, não os nossos desejos e planos que, muitas vezes, podem nem sair do papel por conta das condições limitadas que temos no dia a dia. E, assim, vamos sempre deixando tudo para depois.

E por que eu estou dizendo isso hoje?

Porque é preciso ter em mente que diabetes é uma doença delicada, cheia de detalhes, que precisa de cuidados especiais, mas não é o fim do mundo. É perfeitamente possível conviver com ela sem prejuízos, nem privações absurdas e com muita tranquilidade. Este é o segredo: saber lidar com o diabetes e cuidá-la dentro da sua rotina, incorporá-la no seu dia a dia de maneira natural e tranquila de modo que você possa se cuidar sem incomodar a sua mente com ideias negativas como “eu não posso porque sou diabético”.

É exatamente por isso que eu gostaria de ressaltar a importância das atividades físicas. Esta prática facilita o controle de açúcar no sangue, melhora os níveis de hemoglobina glicada e ajuda a perder peso - são benefícios sem conta resultantes de um simples hábito adquirido.

Alguns exercícios são ainda mais recomendados: os que movimentam grandes grupos musculares como caminhada, natação, ciclismo e corrida.

“Eles melhoram a capacidade do corpo em utilizar a glicose, ajudam o controle glicêmico e aumentam o gasto energético diário. O programa de exercícios deve ser realizado, se possível, diariamente, mas de 3 a 5 vezes por semana durante 30 a 50 minutos”. (fonte)

Incluo também a hidroginástica que possui um efeito muitíssimo importante no ganho de força e resistência do organismo.

Vou lembrar que antes de iniciar um programa de exercícios é imprescindível:

  • Fazer uma avaliação com o médico: principalmente porque diabéticos possuem uma tendência maior, em relação à não diabéticos, de desenvolver doenças cardíacas. É, por isso, muito importante estabelecer bem o ritmo dos exercícios;

  • Começar e terminar os exercícios com alongamentos;

  • Cuidado com os pés: alguns diabéticos têm neuropatia diabética que pode causar deformidades e alteração na mobilidade dos pés. Se tiver alguma lesão, é melhor evitar caminhadas e corridas, e, de qualquer maneira, sempre avisar o médico;

  • Para quem faz uso de insulina: é fundamental não fazer exercícios de jejum e se você os fizer a noite, é importante fazer um lanche antes de dormir para evitar hipoglicemia durante o sono. Além disso, precisa se hidratar bem durante os exercícios e não aplicar a insulina em algum músculo que será exercitado nas atividades.

Não haja por si só. Nós, médicos, temos o dever de acompanhar todas as necessidades de nossos pacientes diabéticos.

E se você não possui a doença, mas é próximo de alguém, lembre-se sempre de apoiar e ajudar essa pessoa a lidar com a diabetes da maneira mais tranquila e natural possível: é mais simples do que parece, se tudo for feito com dedicação e paciência.

E, claro, se precisar conversar comigo é só marcar uma consulta através do nosso site. Será um imenso prazer atender você.

Até breve.

Fontes:

Lazzari, Jaquelina. Astrazeneca - Trabalhando juntos no Diabetes -Diabetes tipo 2, Alimentação e Atividade Física.

Ache, Biosintética. Folhetim.

#diabetes #diabeticos #saude #felicidade #qualidadedevida #exercícios #medicina

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
No tags yet.
Siga
  • Facebook Basic Square

Copyright © 2006-2013 Alpha Saúde. Todos os direitos reservados. As informações deste site são de cunho informativo e não substitui o atendimento médico. As decisões sobre o tratamento devem ser orientadas por profissionais especializados.