Ajustes Metabólicos: como eles podem te ajudar


Como endocrinologista posso afirmar: emagrecer está no ranking entre as metas mais almejadas para o ano novo porque o sobrepeso e a obesidade são realidades ainda muito presentes no meio de nós.

É por isso que algumas vezes ouvimos dizer “estou acima do peso porque o meu metabolismo é lento”, mas, vejamos, não é exatamente assim, espontaneamente, que funciona.

O problema é mais simples do que parece: a maior parte das pessoas que estão acima do peso comem mais do que precisam e fazem menos exercícios do que o corpo necessita para gastar energia e queimar gordura. E aí, consequentemente, o metabolismo delas está desajustado.

É simples. Vejo, com frequência, muita gente usando essas desculpas para fugir do problema real que é menos complexo, mas que demanda mais esforço.

Gostei desta definição de metabolismo para ajudar a entender como é possível ajustá-lo:

É um complexo sistema de reações químicas responsável pela produção

de calor, geração de energia, síntese e degradação de compostos que mantêm as funções fisiológicas dos seres vivos e se divide em dois

estados: o anabolismo e o catabolismo.

O primeiro é o momento de construção de moléculas em que os tecidos

e órgãos são regenerados e passam por manutenção. Geralmente ocorre

na ingestão de alimentos após a atividade física. Já a reação catabólica

é caracterizada pela quebra de substâncias complexas em simples. Um exemplo é o processo digestivo. (fonte 1)

É preciso aqui fazer uma ressalva sobre esta definição, para que não passe despercebida: estamos falando de uma condição fundamental para o processamento de tudo o que ingerimos e pela manutenção dos tecidos principais. É, por isso, um fator determinante naquilo que nós entendemos por harmonia do nosso organismo.

Dito isso, como também fisiologista do exercício, ressalto ainda que para que seja possível gastar energia e, consequentemente, perder gordura, é fundamental acelerar esse metabolismo com ações exteriores. Por exemplo? Ganhar massa muscular.

Quanto mais massa muscular uma pessoa tem, mais energia o corpo precisa gastar para mantê-lo. E, aqui, eu acabo de explicar, ainda que não dizendo antes, o que são os ajustes metabólicos: a receita básica que todo mundo está cansado de saber - dieta e exercícios.

É também por isso que existem exercícios diferentes para necessidades diferentes de cada pessoa. Perder peso, ganhar massa, controlar alguma alteração hormonal, etc.

Quero atender você, que tem como meta para este ano que está começando, aliar exercício físico a dieta saudável.

Entre em contato aqui com a Alpha Saúde e vamos conversar. Dá para ter um ano diferente e mais saudável de maneira muito mais simples do que pode parecer.

Até breve!

Fonte:

https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/ciencia-e-saude/2011/11/15/interna_ciencia_saude,278489/entenda-o-que-e-e-como-funciona-o-metabolismo.shtml

http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/bitstream/handle/1843/BUOS-96FH39/vers_o_final_tese___publica__o.pdf?sequence=1

Dr. Mário Lhano - Endocrinologista e Metabologista CRM 101515, atende há mais de 10 anos e é especialista em dieta vegetariana.

Instagram: @dr.mariolhano

#ajustesmetabólicos #metabolismo #hormônios #endocrinologista #endocrinologia

Posts Em Destaque
Posts Recentes