O que são medicamentos manipulados?


Busquei, antes de qualquer coisa, a definição oficial da Agência Nacional de VIgilância Sanitária (ANVISA):

Medicamentos manipulados são aqueles preparados diretamente na farmácia, pelo profissional farmacêutico, a partir das fórmulas inscritas no Formulário Nacional ou em Formulários Internacionais reconhecidos pela Anvisa, ou ainda a partir de uma prescrição de profissional habilitado, que estabeleça em detalhes sua composição, forma farmacêutica, posologia e modo de usar.

Geralmente, estamos mais acostumados com remédios industrializados que são produzidos em larga escala e em dosagens padronizadas, certo?

Mas é importante lembrar que é possível contar com medicamentos realizados com mesma fórmula, mas de maneira personalizada, mais próximo da necessidade de cada paciente e com a mesma eficácia de resultado e tratamento.

Os remédios manipulados vêm de encontro à necessidades especiais: pessoas que possuem alguma alergia a determinada substância medicamentosa, pessoas que precisam de uma dose inferior do que as oferecidas pelos remédios industrializados e-, principalmente, os idosos que de modo geral possuem necessidades bem peculiares.

“A maioria dos pacientes idosos é polimedicada – ou seja, precisa tomar cinco, seis, até dez substâncias em um mesmo dia, em horários diferentes. Com isso, o risco de haver engano no uso ou esquecimento é enorme, reduzindo a eficiência do tratamento ou mesmo expondo ao risco de intoxicação”, explica Marco Fiaschetti, farmacêutico e diretor executivo da Anfarmag (Associação Nacional de Farmácias Magistrais).

Magistrais é o mesmo que Farmácia de Manipulação.

Além disso, a manipulação pode extinguir substâncias que possam causar reações ou alergias a pacientes mais sensíveis e ou com características especiais.

No ramo da endocrinologia, por exemplo, é possível manipular suplementos, vitaminas, substâncias hormonais, etc. Lembrando, é claro, que apenas as farmácias de manipulação são autorizadas a realizar este tipo de procedimento, uma vez que passam por fiscalização da ANVISA periodicamente.

E um detalhe importante: remédios manipulados não podem ser distribuídos enquanto amostra grátis, segundo a ANVISA, justamente por serem produzidos sobre determinada prescrição médica.

E por que eu digo tudo isso?

Porque você pode pedir ao seu médico que dê prioridade aos medicamentos manipulados, de acordo com as possibilidades e as suas necessidades.

É sempre bom pensarmos que quanto menos necessitarmos de produtos totalmente industrializados, melhor. Desde a alimentação até remédios e bens de consumo direto.

Quanto mais personalizado for o tratamento com a sua saúde, melhor!

Conte comigo para isso e, se precisar, agende uma consulta.

Até breve!

Fonte:

http://portal.anvisa.gov.br/documents/33864/284972/RDC96_manipulados_comentada_ago2010.pdf/6002021d-a082-4b47-b643-34b0ecc5f9a5

Dr. Mário Lhano

Endocrinologista e Metabologista CRM 101515, atende há mais de 10 anos e é especialista em dieta vegetariana.

Instagram: @dr.mariolhano

#medicamentomanipulado #manipulação #medicação

Posts Em Destaque
Posts Recentes