Desconforto estomacal frequente pode ser Doença de Refluxo!


Hoje vou falar um pouco sobre os sintomas e desencadeamentos desta

doença que atinge 7% da população.

Sabe aquela sensação de queimação no estômago que gera uma azia e um gosto ruim na boca?

Todos nós temos um tipo de refluxo fisiológico, que é um processo natural para expulsar o suco gástrico quando ele vai parar em lugar errado.

Por outro lado, existe a Doença de Refluxo. Hoje eu vou resumir para vocês como é o desencadeamento do refluxo no nosso organismo e as suas principais manifestações.

Tudo o que ingerimos pela boca e mastigamos passa pela faringe, esôfago e caem no estômago, respectivamente. É um caminho a ser trilhado a cada refeição.

Entre o esôfago e o estômago há uma espécie de “porta” que se abre para dar passagem aos alimentos, mas que se fecha rapidinho para que o suco gástrico do estômago não passe junto - já que a mucosa que reveste o esôfago é sensível a este líquido ácido:

“Quando existe alguma fraqueza nessa região provocada por alterações funcionais do próprio músculo ou porque o diafragma (músculo que separa o tórax do abdômen) não consegue conter as estruturas que estão abaixo dele, o estômago sobe e forma uma protrusão chamada hérnia de hiato.

Nesse caso, um líquido ácido escapa do estômago, atinge o esôfago e pode alcançar outros órgãos dos aparelhos digestivo e respiratório.” - Dr. Marcelo Averbach - Gastroenterologista

E é aí que muitos problemas digestivos e respiratórios podem acontecer, porque o aparelho digestivo está em contato muito próximo ao aparelho respiratório.

Quando existe o refluxo gastroesofágico é um sinal de que há algo errado acontecendo nessa região do organismo ou de alguma intercorrência no processo físico do curso dos alimentos no nosso sistema digestivo.

Este suco gástrico que “sobe” e atinge o esôfago pode chegar até a boca provocando um gosto ruim no paladar ou subir até a laringe e atingir os pulmões - daí a não raridade de muitos casos de refluxos serem descobertos através de problemas respiratórios como asmas, bronquites e pneumonias.

Podendo esta doença se manifestar através de dois grandes sistemas de funcionamento do organismo - digestivo e respiratório - a quantidade de sintomas é muito ampla, que pode variar desde de uma simples azia até uma grave crise de asma - lembrando que nem todo problema respiratório está necessariamente relacionado ao sistema digestivo. Esta é apenas uma das possibilidades que podem ser investigadas pelo médico.

Ressalto também que existem condições externas e hábitos que podem favorecer o desdobramento da doença de refluxo, tais como:

  • Fazer do jantar a refeição mais completa e pesada do dia;

  • Deitar-se logo após as refeições (intervalo de 3 horas é o mais indicado);

  • Obesidade;

  • Usar roupas muito apertadas (aumentam a pressão intra-abdominal);

  • Ingestão frequente de alimentos que provocam refluxo por aumentar a pressão intragástrica como bebidas gaseificadas, bebidas alcoólicas, café, chocolate e chá preto;

Os principais exames para identificar a presença de problemas de refluxo são um exame de mediação do ph e a endoscopia e o tratamento pode ser clínico, endoscópico ou, até mesmo, cirúrgico, dependendo do nível e da intensidade com que o esôfago foi atingido.

Sabemos que 7% da população têm refluxo com sintomas de azia, queimação e o gosto do suco gástrico na boca e, na grande maioria das vezes, fazem automedicação com remédios que aliviam os sintomas, mas não curam a doença.

O refluxo atinge também crianças e até mesmo bebês e pode se apresentar nesta fase como “refluxo oculto”, quando não há sintomas aparentes.

Mas, por se tratar de bebês e crianças, vou deixar este tema para outro texto aqui do blog, porque eu faço questão de dar uma atenção especial aos cuidados e alertas que os pais devem ter para com seus filhos pequenos.

Não se esqueça sempre de procurar ajuda médica para qualquer sintoma aparente.

Estamos aqui para cuidar de você e da sua saúde.

Conte comigo!

Fonte:

https://drauziovarella.uol.com.br/entrevistas-2/doenca-do-refluxo/

#refluxo #saúdepreventiva #endocrinologista #endocrinologia

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
No tags yet.
Siga
  • Facebook Basic Square

Copyright © 2006-2013 Alpha Saúde. Todos os direitos reservados. As informações deste site são de cunho informativo e não substitui o atendimento médico. As decisões sobre o tratamento devem ser orientadas por profissionais especializados.